Ana Maria Pinto e Joana Resende
da poética à canção

English version here

Novo CD Anterianas já à venda!

Luís de Freitas Branco, Franz Schubert e Antero de Quental


Mais do que um sonho, a gravação de música portuguesa é, desde o início, uma directiva muito clara. Em janeiro de 2013, altura em que começámos a desenvolver o projecto "Anterianas", os sonetos de Antero de Quental ressoaram veementemente dentro de nós. Esta vontade de sentir e perseguir algo que possa estar no céu da Ideia, esse lá, mas aonde é lá? é precisamente o que nos move dentro da música, no domínio da Arte de Música que o poeta Jorge de Sena tão bem pintou nas suas palavras dedicadas à sinfonia da ressurreição de Mahler: "Ante este ímpeto de sons e de silêncio, ante tais gritos de furiosa paz, ante um furor tamanho de existir-se eterno, há Portas no infinito que resistam?" Estas portas escancaradas para o infinito, encontram-se aí, entre os nossos artistas, que merecem a nossa máxima atenção! Urge pois registar, divulgar e avivar de todas as formas esta herança! Entrevista à xpressing music continuar a ler


Palavra e música estão intimamente ligadas em 21 formas de dizer o mesmo, interligadas pelo fio condutor do que nunca se mostra na mente sem antes passar pelo coração. 


... não escrevemos sobre harmónicos, afinação, tempos, tudo isso é irrelevante quando é perfeito, o que fica deste recital é a integridade, a força de carácter, a alma e a interpretação destas duas jovens, Joana Resende e Ana Maria Pinto, em sintonia. Henrique Silveira, Janeiro 2013